Descubra como ter um Modelo de Negócio pode orientar o desenvolvimento da sua empresa.

No mundo dos negócios, um dos itens mais falados e conhecidos é o Plano de Negócio. Mas você sabia que ele pode não ser a melhor opção para basear as estratégias de desenvolvimento da sua empresa?

A maioria dos Planos de Negócio, da forma como são elaborados, não são executáveis. Logo, podem representar um investimento desnecessário. Por isso, na estruturação de um novo empreendimento é recomendável considerar a elaboração de um Modelo de Negócio.

O Modelo de Negócio irá representar o que a sua empresa tem de primordial, sua razão de existir, ou seja, demonstrará qual o valor que ela consegue entregar para os seus clientes.

Um Modelo de Negócio pode ser mais eficiente porque não é um modelo PARA os clientes, mas sim COM os clientes, pois a maioria das respostas necessárias para planejar as estratégias do negócio vem deles.

O que é um Modelo de Negócio?

Apesar de existirem algumas definições sobre o conceito de Modelo de Negócio, é possível sintetizar essa definição da seguinte forma: um modelo de negócio é uma explicação detalhada da maneira como o seu empreendimento consegue elaborar e entregar valor ao seu cliente.

Um Modelo de Negócio é uma forma relacional para desenhar o seu negócio de forma que contribua para que o empreendedor escolha as melhores decisões.

Nesse contexto existem alguns métodos para a elaboração desse Modelo, entretanto o mais popular é o Canvas. Essa metodologia é resultado da tese de doutorado do teórico empresarial Alex Osterwalder ao detectar que muitas empresas não conseguiam sobreviver porque não pensavam o seu modelo de negócio.

Como elaborar um Modelo de Negócio?

Para elaborar um modelo de negócio seguindo o método Canvas, o primeiro passo é imprimir o modelo. Isso mesmo, você precisará de papel e caneta na mão!

Após imprimir o modelo que contém várias células a serem completadas, será necessário responder a algumas perguntas e ir colocando as respostas em um post it e preenchendo as referidas células.

Para iniciar é preciso se perguntar: quais são os clientes atendidos pelo meu negócio? E qual o segmento desses meus clientes? Com essas respostas bem definidas é possível passar para as próximas etapas.

As perguntas seguintes dizem respeito à proposta de valor. É preciso saber:  

  • Quais os problemas do cliente você resolve?
  • Qual o valor/benefício cria para o cliente?
  • Como está alcançando os seus clientes?
  • Quais os canais está utilizando para alcança-los?
  • Quais os canais mais convertem?
  • Como é que você faz parte da rotina do cliente?
  • Quem influencia o seu cliente?

Essas são apenas algumas das possíveis perguntas. Caso você não tenha todas essas respostas de imediato, lembre-se de procurar os seus clientes. É com eles que está a maioria das respostas.

A etapa seguinte é pensar sobre os geradores de renda do seu negócio: de onde vem a maior parte do lucro? Quais são os fluxos de receitas que o seu negócio tem e por que são esses?  

É importante lembrar sempre que quê importa é o lucro e não o faturamento. E o lucro não está somente no volume de vendas, está na redução dos custos, mas sem colocar a qualidade e o valor do seu produto/serviço em risco e na potencialização dos mecanismos de vendas.

Os próximos itens principais são pensar sobre os recursos e as parcerias estratégicas. Ou seja: quais são os principais recursos que você utiliza pra alcançar seus clientes? E quais as suas parcerias estratégicas? Um negócio não consegue se desenvolver sozinho, por isso esse é um item muito relevante.

Agora que você já sabe o que é e como elaborar um Modelo de Negócio, basta partir para a ação e desenvolver o seu empreendimento na direção dos seus objetivos.